top of page

Neste curso iremos abordar a participação feminina na história da fotografia e as especificidades da produção fotográfica para mulheres.

Desde o surgimento das primeiras técnicas fotográficas, as mulheres estiveram presentes na História da Fotografia. No entanto, porque, quando citamos os principais nomes ou discutimos as temáticas mais recorrentes no campo da produção fotográfica, elas não estão em evidência?

Os encontros pretendem responder qual a relevância da participação feminina em diferentes marcos no campo da fotografia, através da apresentação de um panorama histórico e da discussão de questões de gênero na fotografia como campo de criação e pesquisa. "Quem tem medo das mulheres fotógrafas?" é uma pergunta provocativa (que já deu título de uma exposição francesa em 2015) que remete às propostas feministas para a História da Arte, que foram a base para compreender quem foram os agentes, instituições e narrativas que promoveram o apagamento das mulheres na fotografia.

Conheceremos as trajetórias de fotógrafas como Lucia Moholy-Nagy, Lisette Model, Hildegard Rosenthal, Lee Miller, Susan Meiselas, Tina Modotti, Grete Stern, Lola Alvarez Bravo, Carrie Mae Weems, Francesca Woodman e outras, buscando ver como as experiências femininas contribuíram para a fotografia se tornar a grande marca da cultura visual de nossos tempos.

Quem tem medo das mulheres fotógrafas?

hildegard_rosenthal.jpg
ilse_bing_edited.jpg

 

orientação: Lucia Lima

carga horária: 6 horas

dias/hora: Terça feira, dias 13 e 20 de agosto de 2024 das 19h às 22h 
onde: Sede do Cidade Invertida - Rua Purpurina, 315 – Vila Madalena
para quem: fotógrafas ou público em geral interessadas(os) em estudos de gênero, feminismos, fotografia e história da arte. 

pré-requisito: Não há - sugere-se faixa etária a partir de 15 anos.
investimento: R$320 à vista // 2x R$180,00 // 3x de R$120

mais informações: cidadeinvertida@gmail.com ou (11) 91716-2828

Vagas limitadas.

grete_stern.jpg
Ilse Bing
Hildegard Rosenthal
Grete Stern

Lúcia Lima é graduada em Letras pela Universidade de São Paulo, com habilitação em Linguística e tem formação livre em fotografia. Atua profissionalmente como fotógrafa e educadora, ministrando cursos e oficinas de História da Arte e Fotografia em instituições de ensino. É mestranda do Programa Interunidades em Estética e História da Arte (PGEHA) vinculado ao Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), onde realiza a pesquisa “Hildegard Rosenthal e a experiência da modernidade para mulheres fotógrafas no Brasil na década de 1940”, sob orientação da professora doutora Helouise Costa. É bolsista CAPES e membro do Grupo de Pesquisa do CNPQ Gênero, Arte, Artefatos e Imagens (GAAI), que promove eventos e encontros sobre mulheres no campo das artes. Levou os resultados preliminares da pesquisa a congressos e encontros, como o XXVI Encontro Estadual de História da ANPUH-SP e o Simpósio Internacional de Pesquisa em Museologia. Recentemente publicou junto a Helouise Costa o artigo Em busca do espírito da cidade moderna: mulheres fotógrafas em deslocamento no entreguerras, no catálogo da exposição “MODERNAS! São Paulo vista por elas”, organizada pelo Museu Judaico. Link para artigos publicados: https://fflch.academia.edu/lucialima

Lúcia Lima_edited.jpg
bottom of page