top of page

Esta oficina é voltada principalmente à crianças e jovens, pelo seu caráter investigativo. No entanto, também é recomendada para educadores, por sua ludicidade.

 

O objetivo é unir a construção artesanal de um objeto óptico (uma câmara obscura portátil), com a criação visual do mundo por cada indivíduo, através do enquadramento e organização imagética das imagens, projetada no interior do dispositivo.

Faremos uma introdução sobre a formação da imagem e daremos o passo a passo para a construção de uma camera obscura, nossas "lunetas mágicas".  A experiência continua após a oficina, quando cada participante leva seu aparato para casa.

Construindo lunetas mágicas

IMG_1726.JPG
site1.jpg
site8.JPG

 

orientação: Ricardo Hantzschel

carga horária: 2 horas

quando/que horas: 16 de março- sábado das 10h às 12h
onde: Sede do Cidade Invertida - Rua Purpurina, 315 – Vila Madalena
para quem: interessados em geral a partir de 5 anos.

pré-requisito: não há 
quanto: R$ 200 (todo material necessário está incluso no valor)

 

mais informações: cidadeinvertida@gmail.com ou (11) 91716-2828

Ricardo Hantzschel é jornalista formado pela PUC-SP e pós graduado em Fotografia e Mídia pelo Senac-SP é fotógrafo profissional há trinta anos. Foi docente do ensino superior, foi professor do Bacharelado em Fotografia do Centro de Comunicação e Artes do Senac, desenvolvendo e ministrando disciplinas na Graduação e Pós Graduação de 2000 à 2015. Em 2014 conquistou o Prêmio Funarte Marc Ferrez, com o ensaio SAL, trabalho exposto posteriormente no Instituto Tomie Ohtake, SP e na Bienal de Florença, Itália, ambos em 2015. Em 2003 foi vencedor do prêmio Porto Seguro de Fotografia, com o ensaio Cidade Múltipla, trabalho que conquistou também o edital da Caixa Cultural Sé em 2010. Figura no acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo desde 2001 com o ensaio Cidade Casual, trabalho exposto no Museu da Imagem e do Som em 2000. Desenvolve o projeto educacional em linguagem visual Cidade Invertida desde 2006.

bottom of page